É a teoria que diz que a vida na Terra veio do espaço, pegando carona em um meteorito. Nosso planeta já recebeu, de fato, muitos meteoritos. Bactérias poderiam sobreviver a uma viagem dessas, vindas de Marte, por exemplo. Devido à gravidade e ao tamanho do planeta vermelho, é mais fácil um meteorito vir de lá para cá do que fazer o caminho inverso. A vida pode ter vindo também de Júpiter ou de Saturno, porque ambos têm satélites onde há água. Essa ideia é tida como razoável pela ciência. Já a hipótese de a vida ter vindo de uma estrela é bem mais remota, porque as distâncias são muito maiores: dificilmente uma forma de vida resistiria a viagens que duram, nesses casos, milhões de anos. “A panspermia é apenas uma hipótese razoável que pode explicar a origem da vida, mas quase todos os cientistas da área sustentam que a teoria mais simples é a vida ter sido criada aqui mesmo, onde as condições são favoráveis”, diz Gustavo Porto de Mello, professor de astronomia da UFRJ.

UMA ÚLTIMA CURIOSIDADE:

– Algumas pessoas associam a panspermia à existência de civilizações extraterrestres

Anúncios